Economia

10/6/2010 - 15:56


Meirelles diz que País se preparou para o pior da crise



São Paulo, 10 - O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, disse hoje, ao se referir à crise europeia, que o Brasil trabalhou e se preparou para o pior. "Mas sempre vamos torcer para o melhor", ressalvou. "Muitas vezes, espera-se no caso da Europa o mais provável, mas nós estamos preparados para o pior", afirmou, ao encerrar o 3º Fórum Brasil-EUA, organizado pela Universidade de Miami e pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP).

Meirelles ressaltou a importante participação do Brasil na reformulação do sistema financeiro internacional, diante dos diversos choques pelos quais passou a economia mundial. Segundo ele, o Brasil aprendeu com as crises passadas. "Buscamos políticas consistentes e aperfeiçoamento das instituições", afirmou.

Ele lembrou ainda as medidas anticíclicas adotadas pelo governo brasileiro, que permitiram ao País sair rapidamente da crise. Meirelles destacou que, em crises passadas, como no começo de 1999, a Selic (a taxa básica de juros da economia) chegou a 45%. Agora, "pela primeira vez, o governo pôde fazer política fiscal de estímulo".

Francisco Carlos de Assis




Fonte:


As informações/análises contidas neste site são oriundas de provedores independentes, com propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza, e, não necessariamente, refletem a opinião do banco. O Banco Itaú S.A. não se responsabiliza por qualquer decisão tomada com base nas informações contidas neste site, nem pelos eventuais prejuízos decorrentes de: (i) exatidão, autenticidade, veracidade, integridade, legalidade, precisão ou validade das informações, para qualquer propósito específico do cliente das informações; (ii) interrupção ou cancelamento das informações; e (iii) imperícia, negligência, imprudência, por ação ou omissão, dos provedores independentes de informação.


Esse conteúdo também está disponível em